Segurança: como ficar protegido ao utilizar seus equipamentos na obra!


Um tema importante, e que deve ser lembrado sempre na utilização de ferramentas, é a segurança. Muitas das vezes nos preocupamos apenas em resolver um problema na nossa casa, e esquecemos de itens de proteção que podem evitar acidentes quando utilizamos equipamentos para reforma, reparos e até mesmo limpeza da casa.

Por isso, no artigo de hoje, vamos tratar um pouco mais sobre como se manter seguro no manuseio de equipamentos, diminuindo o risco de incidentes, confira mais abaixo.


Riscos, quais riscos?


Para reformar, construir, fazer reparos e criar, as ferramentas são itens fundamentais tanto para profissionais, quanto os hobbistas, e por esse manuseio na maioria das vezes não ser automatizado, e dependerem da operação humana alguns acidentes podem acontecer, principalmente porque eles funcionam como uma extensão do nosso corpo para a realização das atividades.


Além disso, uma falsa impressão de segurança, pode ser causada pelo fato da maioria dos equipamentos se conectarem à rede elétrica, parecendo não oferecer riscos, mas podem provocar danos ao operador, principalmente às mãos, como cortes e bolhas choques e outras lesões.


Verificação da ferramenta antes do manuseio


A segurança, não está somente relacionada a utilização de itens de proteção, geralmente, os acidentes provocados por ferramentas se dão devido ao mau uso e por: ferramentas defeituosas ou inadequadas ao serviço, método incorreto, má conservação, etc. por isso antes de falarmos sobre os materiais necessários para se manter protegido, vamos mostrar requisitos que devem ser observados antes do manuseio.


  • Ferramenta adequada: nunca improvise com uma ferramenta inapropriada para a função, além de não cumprir o papel desejado, ela aumenta o risco de sinistros. Sempre utilize ferramentas profissionais, pois, passam por rigorosos controles de qualidade. Ferramentas confeccionadas sem o devido cuidado podem dar defeitos e causar transtornos.


  • Ferramenta quebrada: antes de utilizar, verifique cuidadosamente se o equipamento contém algum defeito. Caso encontre algo, envie a ferramenta para manutenção antes do manuseio, ou a substitua por uma peça nova.


  • Ferramenta limpa: limpe-as sempre antes e após o uso, pois, a superfície pode ficar suja com materiais como óleo, graxa, etc. que podem causar o deslizamento da ferramenta.


  • Ferramenta isolada: sempre que for utilizar a ferramenta em locais que conduzem energia, fique atento ao fato delas estarem devidamente isoladas, evitando o risco de choques.


  • Organização: ferramentas jogadas no chão podem provocar cortes e escorregões. Após o uso, mantenha as ferramentas guardadas de maneira correta.


Quais são os equipamentos de proteção?


Agora que já falamos dos cuidados antes de utilizar as ferramentas, chegou a hora de saber quais os itens devem ser utilizados no momento do manuseio dos equipamentos, são eles que vão garantir proteção extra para que você corra menos riscos em caso de acidentes.


  • Capacete: o capacete protege a cabeça contra choques ocasionados pela queda de objetos, verifique se ele está bem posicionado na cabeça para evitar que ele saia durante a realização do serviço.


  • Óculos de proteção com lente de vidro ou de acrílico: Feitos a partir de materiais mais resistentes a impactos, são maiores que os óculos convencionais, e servem para proteger os olhos do contato com poeira, vapores, materiais perfurocortantes, traumas e queimaduras.


  • Camisa de manga comprida: É importante para proteger de contato principalmente com resíduos líquidos que podem causar danos à pele.


  • Luvas de proteção feita em malha ou material semelhante: A mão é a principal membro do corpo que utilizamos para manusear os equipamentos, utilizar luvas de material resistente, protege contra calos, queimaduras e outras lesões.


  • Calça comprida de sarja ou jeans: A sarja e o jeans são materiais resistentes para proteger a pele de contato com materiais corrosivos ou materiais que agridam a pele, não substitua esses tecidos por de materiais menos resistentes, eles podem não impedir o contato de diversas substâncias com a pele, e causar lesões.


  • Botina de segurança ou sapato de couro fechado: Nunca faça o manuseio de equipamentos com chinelos ou calçados abertos e com materiais pouco resistentes. O uso de sapatos fechados protege o pé contra queda de objetos e de substâncias que podem lesar a pele.


  • Protetor auricular: Para equipamentos como furadeira, por exemplo, ou outras ferramentas que fazem muito ruído, use sempre protetor auricular, principalmente se forem manuseadas por muitas horas seguidas. Além de proteger os ouvidos e evitar desconforto gerado pelo barulho, o protetor ainda evita possíveis dores de cabeça causados pela exposição prolongada do som das ferramentas.


  • Avental: Tem a função de proteger o corpo de partículas como concreto, argamassa, tintas etc.


Com os cuidados na verificação do equipamento antes do manuseio, e utilizando todos os itens de proteção, você garante que a sua obra, reparo ou manutenção acontecerá com baixo risco de acidentes. Se você não for um profissional, evite fazer essas atividades completamente sozinho, ter alguém por perto pode facilitar o socorro em caso de acidentes, evitando prejuízos.


Gostou?


Quer ficar sempre informado sobre assuntos relacionados a construção civil, equipamentos para obras, reformas e segurança no manuseio delas? Fique ligado nas nossas redes sociais! Trazemos sempre diversos assuntos interessantes para você ficar atualizado.


Facebook: facebook.com/alugalogo

Instagram: instagram.com/alugalogo

LinkedIn: linkedin.com/company/alugalogo/


#Alugalogo #digitalização #segurança #EPI #respeitoavida #obra #construçãocivil