Os 3R’s da sustentabilidade, aplicados à construção civil

Os 3R’s (reduzir, reutilizar e reciclar) são os princípios da sustentabilidade ambiental. Neste artigo, vamos falar dos números de resíduos sólidos produzidos no Brasil, do significado, diferença e a importância dos R 's, bem como as políticas de reciclagem para o bem estar do meio ambiente.


Tudo isso tem a ver com a produção de resíduos sólidos urbanos (lixo) que produzimos diariamente. É responsabilidade social a produção e o destino correto do lixo.


Números dos resíduos sólidos no Brasil


Segundo o Instituto de Pesquisa e Política Aplicada (IPEA), o relatório (2018/2019) da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) aponta que o nosso país gerou em 2018 cerca de 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU).




Somente foram coletados 92% do total (pouco mais de 72 milhões). Dessa quantia, 59,5% (43,3 milhões) foram para aterros sanitários. O restante foi parar inadequadamente em lixões ou aterros controlados. Ainda existem 6,3 milhões de toneladas anuais que não são coletadas, além de serem depositadas sem controle; mesmo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) determinando destino e tratamento dos resíduos ou aos aterros sanitários em último caso.


De acordo com uma pesquisa feita pelo Deputado Federal Carlos Gomes (REPUBLICANOS), o Brasil recicla somente 3% dos resíduos urbanos.


Na construção civil, em recente pesquisa feita pela Associação Brasileira para a reciclagem de Resíduos Sólidos da Construção Civil e Demolição (ABRECON), o Brasil só recicla cerca de 16% do entulho produzido.


Ou seja, grande parte dos resíduos sólidos no Brasil (quaisquer que sejam eles) ainda estão fora da reciclagem. Algo muito preocupante em um país continental como o nosso.


Mas e o significado dos 3Rs?


Esses princípios da sustentabilidade reduzir, reutilizar e reciclar (não nessa ordem) são ações que as pessoas comuns e empresas podem fazer para colaborar com o meio ambiente.


Reduzir


É diminuir o consumo de bens e serviços. É o consumo consciente, ou seja, comprar o necessário, evitando desperdícios e isso é uma questão de responsabilidade social e ambiental.




No canteiro de obras, por exemplo, o projeto é uma boa uma planilha de gastos são fundamentais para evitar desperdício de material. O engenheiro, arquiteto ou mestre de obras devem ter por objetivo encontrar alternativas que possam diminuir a produção de resíduos . Esse impacto vai gerar, além de tudo, economia financeira.


- Desligue da tomada os equipamentos e máquinas que não estiverem em uso;


- Apague as luzes em locais que recebem a luz natural;


- Atenção ao preparo de massas/argamassas para serem utilizadas no mesmo dia. Isso evita que o material seque e haja perda para o dia seguinte;


- Deixe as ferramentas de molho na água para evitar que elas sequem. Tal procedimento facilita e muito a limpeza no fim do dia. Deixe pincéis e rolos em solventes para não danificá-los com tinta e massas secas.


Reutilizar


É prolongar a vida dos materiais dando-lhes novas utilidades, evitando que eles sejam descartados no lixo, colaborando assim com o desenvolvimento sustentável.




A reutilização de materiais vai diminuir a quantidade de energia e matéria-prima gasta em qualquer tipo de produção. Em consequência, o meio ambiente deixará de ser explorado exacerbadamente. Em obras de demolição:


- portas podem ser utilizadas como tampos de mesa;


- dependendo da armação da janela, pode ser repintada;


- restos de tijolos servem de mistura para pisos e contra-pisos, enchimentos de bancos e mesas de alvenaria; restos de azulejos, como mosaicos de parede;


- a água (sem sabão) que lava as ferramentas pode ser utilizada na mistura de concreto ou massa comum;


- pacotes de cimento, areia ou argamassa vazios podem armazenar entulho e outros materiais.


Reciclar


Algo essencial para a sustentabilidade do planeta. Tenha cuidado com o destino correto dos resíduos sólidos produzidos no canteiro de obras. Não se esqueça: dê um destino correto ao lixo da sua casa também.




Verifique o material que será descartado na caçamba. Cuidado com resíduos perigosos tipo o amianto. Coloque-o em embalagem separada e fechada. Escreva por fora que se trata de “amianto” por exemplo a fim de que a empresa que vai recolher o material ou a central de reciclagem esteja ciente.


Políticas de incentivo à reciclagem


A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou no dia 20/10/2021 da Política de incentivo à reciclagem de lixo. O texto cria dedução no imposto de renda de até 1% a pessoas jurídicas e 6% a pessoas físicas para valores gastos com projetos de reciclagem aprovados pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), além de fundos de incentivo e apoio às atividades de reciclagem. Segundo a Agência Senado o texto segue para a análise no plenário.


Então fica a pergunta: Qual a conexão entre os 3Rs?

Reduza o consumo, reutilize o que puder e recicle o que não conseguir reutilizar.


Com ações simples você vai colaborar muito com a sustentabilidade ambiental! Fazer a política dos 3Rs vai ajudar na conservação das jazidas de minério, matas e florestas, a diminuição de poluição dos lençóis freáticos.


Cada um precisa fazer a sua parte! O meio ambiente pede socorro e nós precisamos ajudá-lo! Só depende de nós mesmos!


A Alugalogo tem o compromisso de contribuir para o desenvolvimento sustentável e facilitar a gestão responsável de resíduos!