top of page

O que é a COP e quais são os seus objetivos?


O que é a COP
Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Quem acompanha as notícias do meio ambiente sabe que as mudanças climáticas representam, em sua maioria, o termômetro sobre como está a harmonia entre homem e natureza. Por isso, anualmente, ocorre uma reunião, denominada COP, entre diversos países no mundo para que se possa debater sobre o assunto, mapear estratégias e verificar o que foi feito desde o último evento.


Mas o que de fato é a COP? Por que este ano o evento recebeu o nome de COP27? Quais são os seus reais objetivos e qual a sua importância para o futuro do planeta?


Continue a leitura e veja mais detalhes sobre o assunto.


O que é a COP?


A COP ou Conferência das Partes é um evento realizado desde 1995 e conta com a presença de líderes dos países que se validaram na UNFCCC (Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima).


O acordo entre eles foi firmado em 1994. Desde então, os países que fazem parte da UNFCC devem se reunir, anualmente, por duas semanas para que se possa realizar uma análise global sobre as mudanças climáticas.


Além dessa análise, também ocorre o estabelecimento de metas e criação de estratégias a serem usadas para diminuir os danos ambientais que fazem com que o clima seja alterado.


Por que COP 27?


A COP 27 recebe este nome porque além de representar o encontro anual entre os países, citado anteriormente, também mostra a edição do evento. Desse modo, a COP 27 é a vigésima sétima reunião e ocorreu neste ano (2022), no mês de novembro em Sharm El-Sheikh, no Egito.


Vale dizer que era para essa edição ter ocorrido em 2021, mas em razão da pandemia ela teve que ser adiada para 2022.


Quais os objetivos da COP27?


A COP27 ocorreu, concomitantemente, a um cenário que mostra que as mudanças climáticas estão sendo agravadas, informação essa retirada do IPCC ou Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas.


A partir disso, fica evidente que o principal objetivo da reunião deste ano foi a verificação do cumprimento das metas estipuladas na última reunião, tendo como foco a diminuição da emissão de gases do efeito estufa na atmosfera.


Além de verificar se as metas estabelecidas em sessões anteriores foram cumpridas, a COP27 também foi necessária para a renovação dessas metas e criação de novas. Tudo isso para que ocorra uma harmonização entre a ação do homem e as mudanças climáticas do planeta.


A gestão de resíduos sólidos foi assunto na reunião


Entre as medidas levantadas para serem utilizadas a favor do meio ambiente e da diminuição das mudanças climáticas, pode-se dizer que a gestão de resíduos sólidos está entre as de maior destaque. Isso acontece porque é a primeira vez que esse tema é abordado em uma COP.


Os resíduos sólidos ou entulhos, quando descartados em locais impróprios e ilegais, são capazes de contribuir para a emissão de gases de efeito estufa.


O estudo feito pelo Departamento de Economia do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) mostra que uma gestão de lixo ineficiente é capaz de emitir cerca de 6 milhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.


Um ponto a ser ressaltado é que o Brasil apresenta cerca de 40% dos resíduos gerados sendo descartados de forma incorreta e o país aceitou o desafio e o compromisso de reduzir os gases do efeito estufa em 37% até o ano de 2025.


Sabendo que o descarte incorreto pode aumentar ainda mais a emissão de gases do efeito estufa e tendo como base os dados apresentados acima, o Brasil terá que aumentar a fiscalização para que ele consiga cumprir o objetivo.


A Alugalogo já atua a favor do país para que ele consiga bater essa meta. Todos os parceiros da plataforma são licenciados e seguem as leis e os padrões ambientais, respeitando sempre a natureza e o meio ambiente.


Quer saber mais sobre a plataforma? Clique aqui.



bottom of page