Lixadeira: o que você precisa saber sobre essa ferramenta!


Quando falamos em lixadeira, te vem à mente uma ferramenta com uma única função, pouco versátil e de apenas um único modelo, afinal de contas, ela não serve somente para lixar?


Mas engana-se quem pensa dessa forma, a lixadeira está dentre as ferramentas versáteis, faz bastante sucesso, e no mercado existem inúmeros modelos, e cada um com uma função específica.


Por isso, é essencial conhecer muito bem a função dessa ferramenta, os tipos existentes, e suas indicações, só assim você vai saber qual a opção mais adequada no momento de alugar a sua e acertar na escolha! Então, confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre esse equipamento!


Qual a função da lixadeira?


Quando associamos o nome da ferramenta à sua função, não pensamos em outra que não seja lixar, e é essa a atividade que a lixadeira executa, é usada para desbastes e acabamentos finos, pode ser utilizada em diversos tipos de superfície. Mas existem diversos modelos no mercado, e cada um deles apresenta uma função específica


Tipos de lixadeira


  • Excêntrica: versátil, pode polir madeira, plástico, metal, verniz, dentre outros materiais. Ela pode ser usada em superfícies planas ou com ondulações, e oferece um lixamento fino.


  • Orbital: indicada para acabamento em superfícies de metal. São leves, e podem ser encontradas na forma retangular ou quadrada.


  • Roto orbital: possui dois movimentos de lixa, orbita e gira, isso garante um acabamento perfeito em superfícies planas de aço ou de madeira.


  • Angular: Esse tipo de lixadeira, é indicada para quem necessita realizar grandes desbastes em materiais como madeira ou metal. Conta com uma rotação maior que outros modelos, por isso, é utilizada em para materiais mais duros, como as ferragens. Ela não oferece um acabamento liso, sendo indicada para uso em superfícies que não necessitam de um acabamento perfeito.


  • De cinta: indicada para serviços pesados. É ideal para remover restos de madeira em grandes superfícies e dar acabamentos em metal, plástico ou materiais envernizados. Dever ser usada apenas em superfícies horizontais e planas, por ser mais pesada que outros modelos, é difícil mantê-la na vertical.


  • De parede: São as mais indicadas preparar tetos e paredes para receber pintura.


  • Combinada: usada para lixar madeiras nas posições horizontal e vertical, é indicada para trabalhos de artesanato e marcenaria, em geral, seu uso é para trabalhos leves.


  • Manual: indicada para realizar trabalhos pequenos e leves, pode ser usada para lixar uma parede antes da pintura, um móvel de madeira ou fazer uma pequena reforma.


Agora que você já conhece todos os modelos de lixadeira, é possível que você se pergunte, essa ferramenta também serve para corte de materiais? E não, não serve, por isso, no próximo tópico vamos entender as principais diferenças entre uma lixadeira e uma esmerilhadeira, pois, se for usada para corte, ela pode acabar estragando sem nem terminar o serviço.


Diferenças entre lixadeira e esmerilhadeira


Lixadeira


Tem uma rotação muito inferior à de uma esmerilhadeira, que pode chegar à metade ou até menos. O número de rotações por minuto gira em torno de 5.000 RPM, tornando-a a ideal para trabalhos com vários níveis de lixamento e acabamento em madeira, plástico, fibra e metais mais finos. E de maneira nenhuma deve ser utilizada para corte de materiais.


Esmerilhadeira:


Trabalha em uma maior velocidade de rotação por minuto, que chega a mais de 11 mil RPM. Isso dá uma potência bem grande, e faz com que ela seja excelente ferramenta pra cortar peças mais pesadas, como aço, aço inox, pedras e até mesmo concreto.


Gostou de todas as funções e facilidades que a lixadeira pode apresentar para o seu dia a dia?


Facebook: facebook.com/alugalogo

Instagram: instagram.com/alugalogo

LinkedIn: linkedin.com/company/alugalogo/


#Alugalogo #digitalização #lixadeira #esmerilhadeira #obra #construçãocivil