top of page

Ergonomia para caminhoneiros: Boas práticas para quem movimenta o mundo


Ergonomia para Caminhoneiros

A saúde e o bem-estar dos trabalhadores é um assunto que deve ser abordado para que boas práticas sejam aplicadas. Apesar da importância de todos os setores estarem atentos às questões que envolvam a postura durante a execução dos serviços, a ergonomia para caminhoneiros merece uma atenção especial.


Isso se dá devido ao fato desses profissionais trabalharem, em grande parte do tempo, na mesma posição. Sabe-se que manter o corpo parado pode trazer alguns prejuízos para a saúde. Por isso, é essencial que os caminhoneiros ou empresas responsáveis por eles tenham um cuidado em relação à postura, dando dicas e orientações práticas para que os danos corporais sejam evitados.


Para ajudar no estudo e aplicação de práticas voltadas para a ergonomia no trabalho, a seguir serão apresentadas informações importantes sobre o assunto, assim como a importância da aplicação delas e como os caminhoneiros podem melhorar o seu bem-estar enquanto realizam as suas funções.


O que é ergonomia?

Pode-se dizer que a ergonomia é o conjunto de ações práticas que têm o objetivo de melhorar a interação do homem, no caso o trabalhador, com o ambiente em que ele trabalha e as máquinas utilizadas para a execução dos serviços.


Ela foi criada no século XX e hoje, após aos diversos avanços tanto dos estudos quanto das formas de trabalho, a ergonomia passou a ser composta por padrões a serem seguidos.


A execução dessas normas faz com que diminua os riscos operacionais, reduzindo também a possibilidade de o trabalho trazer danos mentais. Dessa forma, os trabalhadores podem utilizar todos os recursos disponíveis a seu favor.


Qual a importância da ergonomia para caminhoneiros?

O corpo, por mais que necessite de alguns momentos de repouso para o descanso, precisa ser movimentado. Porém, sabe-se que os caminhoneiros passam muitas horas do dia sentados na mesma posição durante as viagens de trabalho.


O resultado dessa rotina são queixas de dores nas pernas, braços, região lombar e até um cansaço mental que pode, caso não tratado, resultar em problemas mais sérios.


Diante dessa realidade, a ergonomia para caminhoneiros é uma forma de equilibrar a rotina de trabalho ao bem-estar e cuidados com a saúde. Ela irá entender este ambiente móvel de trabalho, adaptando ações de melhorias que vão desde a postura enquanto eles dirigem até mudanças internas na cabine do caminhão.


Quando bem executadas, as boas práticas ergonômicas conseguem proteger a saúde do motorista, além de trazer benefícios para as empresas que contratam esses serviços. Isso acontece porque quando um serviço é executado por alguém que esteja satisfeito e confortável dentro do ambiente de trabalho, o rendimento tende a ser maior.


Ergonomia para caminhoneiros: 5 boas práticas a serem aplicadas


Ergonomia para caminhoneiros
Imagem de Freepik

Diferentemente do que muitos pensam, a ergonomia para caminhoneiros pode ser feita a partir de algumas ações simples. Porém, é claro, elas precisam ser adaptadas à rotina de cada um e ter um acompanhamento técnico de um profissional da saúde.


Algumas empresas contratantes acabam dando a orientação adequada aos caminhoneiros, mas não é sempre que isso acontece. Nesses casos, a busca por informações pode ser um caminho viável para diminuir os riscos à saúde.


Para ajudar neste entendimento, veja a seguir cinco boas práticas ergonômicas que podem ser aplicadas durante o tempo de trabalho:


1. Faça alongamentos antes de pegar a estrada

O alongamento é uma prática essencial dos exercícios que envolvem a ergonomia para caminhoneiros. Esticar o corpo da maneira correta faz com que ele fique preparado para ficar muitas horas na mesma posição.


O ideal é que as pernas, braços e pescoços sejam trabalhados nesse momento. Vale dizer também que essa prática pode ser feita a cada parada. Isso pode ser uma garantia que as dores não aparecerão no final do dia.


2. Cuide do alinhamento do banco

Outra boa prática da ergonomia para caminhoneiros é o alinhamento do banco. Deve-se pensar que ele será o elemento do caminhão que mais estará em contato com o corpo.


Por isso, é importante que ao entrar no veículo, o motorista veja o seu alinhamento, adequando-o para o seu tamanho e também para que a coluna fique ereta. O simples ato de regular o encosto faz com que a coluna tenha um esforço menor durante as viagens.


3. Movimento o corpo durante as paradas

As paradas não servem apenas para tomar um café. Elas podem ser utilizadas para que o profissional faça pequenas caminhadas para colocar o corpo, que está há muito tempo parado, em movimento.


O correto é buscar locais que possam proporcionar este tipo de exercício. Saiba que existem diversos postos de combustíveis amplos e que são uma ótima oportunidade para movimentar as pernas.


4. Tenha um apoio para os braços

Braços elevados ou esticados por um longo período pode ser um problema. As dores que acometem esses membros devido à inexistência de cuidados especiais durante o trajeto podem até fazer com que o caminhoneiro fique impossibilitado de trabalhar.


Muitos caminhões já são preparados com descansos para os braços. Porém, caso essa não seja a realidade, é preciso buscar formas de adaptar a cabine. A boa notícia é que existem diversas lojas que vendem este acessório de apoio. Porém, vale realizar uma pesquisa para saber se ele segue as regras ergonômicas.


5. Mantenha a postura

Por fim, é preciso manter a atenção na postura durante as viagens. É muito comum que o foco na coluna e nos ombros sejam perdidos durante o percurso.


A dica é manter a coluna ereta e os ombros relaxados. Com o tempo, o corpo vai se acostumando a ficar nesta posição e a postura correta passa a ser assumida com uma maior naturalidade.


Como falado, esses cuidados devem também partir das empresas contratantes. Uma forma de ajudar na ergonomia para caminhoneiros e demais motoristas que trabalham com entregas, é a contratação de empresas que tenham essa preocupação.


Isso dá a garantia dos cuidados com a saúde de todos, mesmo para aqueles que não trabalhem nesta profissão.


A Alugalogo tem a preocupação de direcionar o contato com empresas que realmente se preocupam com a saúde dos seus colaboradores.

Commentaires


bottom of page