Como calcular a quantidade de caçambas para uma obra?

Quando o assunto é obra, seja reforma ou construção, uma coisa é certa: terá entulho para ser removido. Por isso, um dos itens que não podem faltar no seu planejamento é a caçamba, pois é através dela que ocorrerá o correto gerenciamento destes resíduos gerados no canteiro de obras.


De acordo com a legislação vigente, o gerenciamento de resíduos é responsabilidade de todos, independente de qualquer setor social, empresarial ou governamental. O Artigo 1º da Lei 12.305 – Política Nacional de Resíduos Sólidos diz que estão sujeitos à observância desta lei pessoas físicas como jurídicas de “direito público ou privado” que são responsáveis pela geração de resíduos e aqueles que desenvolvem ações relacionadas a esta gestão.


Também, conforme resolução CONAMA Nº 307/2002, o gerenciamento dos RCCs deve sempre caminhar alinhado aos propósitos da empresa ou do cidadão comum em um canteiro de obras. Uma vez que responsabilidade ambiental e sustentabilidade chamam a atenção para o gerenciamento correto dos RCCs.


Exposto isso tudo, vemos o porquê que a locação de uma caçamba estacionária deve ser feita com responsabilidade ambiental, visto que somente o correto tratamento do material transportado por ela pode mitigar os riscos de sanções legais e garantir que o antes, o durante e o depois de uma reforma ou construção gerem o mínimo impacto ambiental possível.



Como dimensionar a quantidade de caçamba para uma obra?


Isso é o mesmo que dizer “como saber quantas caçambas serão utilizadas para retirar o entulho?” É sobre isso que vamos falar aqui.


O ideal é reutilizar o entulho, triturando em máquinas especiais para utilizá-lo e em pisos ou contra-pisos e outros pontos do canteiro de obras que não são de sustentação ou vigas.


De qualquer forma, ao começar o projeto, já reserve na planilha de custos um espaço para o aluguel de caçamba, para remover o que não for aproveitado na própria obra.


O que você precisa saber para alugar a caçamba?


Primeiramente, é definir o projeto. É reforma ou construção? Levando em conta a duração da obra, o engenheiro ou arquiteto pode fazer uma previsão “média” do número de caçambas a ser utilizado. Grandes obras de construção geram resíduos diariamente no canteiro de obras. O ideal é fazer uma previsão para “mais” devido aos imprevistos que podem ocorrer.


Obras de Reforma


Quando for pintura de uma casa, por exemplo, não será preciso caçamba. Como o material de sobra normalmente é jornal papel, papelão, plásticos e embalagens de tinta e gesso eles terão outros destinos de acordo com a Resolução CONAMA nº 469/2015 que os classifica como materiais B da construção civil. Faça a separação correta e envie para os pontos de reciclagem da sua cidade.


Para pequenas quantidades de resíduos gerados, até o limite diário 1m³ por viagem, as Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPVs) disponibilizadas pela prefeitura da sua cidade aceitam entulho, poda e terra, assim como pneus, colchões e móveis velhos.


Para a demolição ou uma troca de piso ou telhado, dependendo da extensão, será preciso aluguel de caçamba. Avalie a metragem do espaço a ser retirado (piso ou telhado ouuma parede a ser demolida) em para que o entulho (resíduo) seja transformado em . É preciso verificar o coeficiente de empolamento que varia de acordo com o tipo de resíduo.




Mas o que é empolamento?


Em casos de desaterro do ambiente o ideal é saber a taxa de empolamento do local (a Expansão Volumétrica). É um fenômeno característico do solo que estava no estado natural, mas foi removido. Isso gera consideravelmente aumento de espaços vazios, implicando diretamente no volume de terra solta ou de entulho gerado.


Uma vez que as caçambas utilizadas na construção têm volumes de 3, 4, 5 ou 7 m³, é preciso fazer a conversão das medidas de metro quadrado para metro cúbico. Assim é possível ter uma ideia de quantas caçambas podem ser utilizadas durante a obra.


Veja aqui como fazer esses cálculos:


Como calcular o metro quadrado - Uma vez que a maioria das construções possuem áreas quadradas, o cálculo de área (m² = metro quadrado) compreende a multiplicação das dimensões de largura e altura, em caso de paredes, e largura e comprimento, em caso de piso.



  • Exemplo para parede:


Altura da parede = 2,9 metros

Largura da parede = 4,0 metros


Área de parede = 2,9 x 4 = 11,6 metros quadrados [m²]


  • Exemplo para piso:


Comprimento da sala = 3,5 metros

Largura da sala = 4 metros


Área de parede = 3,5 x 4 = 14 metros quadrados [m²]



Como calcular o metro cúbico - Para calcular o volume [m³ = metro cúbico], considerando os casos anteriores, basta multiplicar os resultados pela espessura da parede ou do piso.


  • Exemplo para parede:


Área da parede = 11,6 metros quadrados

Espessura da parede = 0,15 metros

Volume = 11,6 x 0,15 = 1,74 metros cúbicos [m³]


  • Exemplo para piso:


Área da sala = 14 metros quadrados

Espessura do porcelanato = 0,10 metros

Volume = 14 x 0,10 = 1,4 metros cúbicos [m³]



Qual o volume de entulho?


O fator de empolamento a ser considerado para entulho é de 30%, ou seja, o volume ocupado pelo entulho é 30% maior que o volume da parede ou o piso:


  • Exemplo para parede:


Volume da parede = 1,74 metros cúbicos [m³]

Empolamento = 30%

Volume de entulho = 1,74 x (1 + 0,3) = 2,26 metros cúbicos [m³]


  • Exemplo para piso:


Volume do piso = 1,4 metros cúbicos [m³]

Empolamento = 30%

Volume de entulho = 1,4 x (1 + 0,3) = 1,82 metros cúbicos [m³]



Quantidade de caçambas


Tendo feito os cálculos de todos os volumes de entulho, basta somá-los para ter o volume total de entulho e dividi-lo pela capacidade da caçamba, que, normalmente, em Belo Horizonte é de 5 metros cúbicos [m³]:



Volume total de entulho = 2,26 + 1,82 = 4,08 metros cúbicos [m³]

Capacidade da caçamba = 5m³


Total de caçambas = 4,08 / 5 = 0,81 = 1 caçamba


Similaridade para volume de terra


O empolamento para terra também é 30%, sendo assim, o cálculo para este caso será o mesmo, embasado na largura, comprimento e profundidade do rasgo que será feito no terreno.

Obras de Construção

Para a construção, os cálculos são similares aos feitos acima, porém, não havendo demolição de algo já existente, eles tendem a envolver mais o volume de terreno movimentado e o de resíduos de cimento e acabamento. O engenheiro responsável, arquiteto e mestre de obras poderão ajudá-lo nesse dimensionamento e na gestão dos volumes de resíduos produzidos diariamente.





Ah! A topografia do terreno deve ser considerada nos cálculos.



Lembre-se bem...


Imprevistos acontecem.

- Tenha sempre o projeto da obra em mãos.

- Observe bem as condições no contrato do aluguel da caçamba e os devidos cuidados para não gerar transtornos ao seu trabalho.

A responsabilidade do resíduo é de quem o produz. Precisa de caçamba? Faça já um orçamento! A Alugalogo tem as melhores condições para você!



Sustentabilidade gera economia financeira, de recursos naturais e o meio ambiente agradece a mudança de postura de toda a sociedade. Gostou desse conteúdo? Continue acessando nossas redes sociais e fique por dentro de assuntos relacionados ao canteiro de obras e construção civil.


Facebook: facebook.com/alugalogo

Instagram: instagram.com/alugalogo

LinkedIn:linkedin.com/company/alugalogo/