Como aplicar a reciclagem de resíduos da construção civil


O ramo da construção civil é considerado como um dos setores de maior importância no mercado, devido ao espaço que ocupa na economia. Além dessa representatividade, também é neste segmento que encontramos um dos mais graves problemas na sociedade atual: a larga produção de entulho.


O Brasil hoje produz cerca de 84 milhões de metros cúbicos de resíduos advindos da construção. Entretanto, o ponto principal deste fato se encontra no incorreto gerenciamento deste resíduo, que em muitos casos gera, além de prejuízos econômicos, danos ambientais.


Pensando nisso, a Alugalogo desenvolveu esse artigo para te ajudar a entender melhor sobre a reciclagem dos resíduos da construção civil. Confira mais detalhes no texto abaixo.


Afinal, o que é reciclagem?


A reciclagem é uma forma de reaproveitamento de materiais que não tem mais aplicabilidade, no estado em que se encontram, a função a qual foram desenvolvidos. É um conceito simples e bem conhecido entre as empresas.


As vantagens ligadas a essa reciclagem são inúmeras, como por exemplo:


  • diminuição de poluentes;

  • redução e acumulação de resíduos;

  • reaproveitamento de materiais;

  • geração de empregos;

  • melhoria da qualidade de vida da população e entre outras.


Política Nacional de Resíduos Sólidos


A Política Nacional de Resíduos Solídos (PNRS) é a lei que organiza a forma que o país lida com o lixo e estabelece instrumentos e diretrizes para os setores públicos lidarem com os resíduos gerados. A reciclagem de resíduos ocupa hoje o quarto lugar na ordem de prioridade, sendo assim, uma obrigação a ser cumprida.


Dessa forma, além de ser uma responsabilidade legal, a reciclagem de resíduos é de extrema importância para diversos âmbitos sociais, ambientais e sustentáveis trazendo a necessidade de você hoje se tornar um cidadão consciente a respeito desta.


Clique aqui para entender melhor sobre a sustentabilidade na construção civil.


Consequências do descarte incorreto


A falta de gerenciamento dos resíduos gera desperdício de recursos financeiros, considerando que a aquisição de materiais e seu descarte pela obra produzem custos, e dano ambiental. Assim, é importante conhecer os resíduos que são gerados na sua obra, para evitar prejuízos.


Vale lembrar, também, que todos os esses descartes não são passageiros ou pontuais, e levarão anos para serem minimizados, causando muitos problemas durante esse período. A seguir, apresentaremos o tempo de deterioração de alguns materiais comumente encontrados nas obras:


  • Sacos de papel: 1 a 4 meses;

  • Pedaços de pano: 6 a 12 meses;

  • Pontas de cigarro: 2 anos;

  • Madeira pintada: 13 anos;

  • Latas de alumínio: mais de 100 anos;

  • Plástico: mais de 200 anos;

  • Vidro: tempo indeterminado;

  • Artigos de borracha: tempo indeterminado.


Como realizar a reciclagem de forma eficiente


A Política Nacional de Resíduos Sólidos exige que as empresas reciclem ou criem soluções para reduzir ou não gerar resíduos de construção civil e demolição. Dessa forma, as empresas geradoras passam a ser responsáveis pela destinação final do resíduo quando não há possibilidade de reuso ou reciclagem na própria obra, podendo levar multas caso contrário.


Siga os passos para uma boa reciclagem:


1. Limpeza dos resíduos


Primeiramente, para realizar o reaproveitamento dos resíduos, é necessário que todos eles estejam o mais limpos possíveis. Entulhos com gesso, asfalto, amianto, madeira, plástico, papel, ferragens dificultam o processamento nos britadores.


2. Recolhimento adequado


Os entulhos não podem ser descartados de forma convencional, para isso, em algumas cidades brasileiras, existem pontos para recolhimento para que tenham o destino correto. Busque quais são os pontos da sua cidade.


3. Equipamentos adequados


É possível realizar a reciclagem através de instalações e equipamentos de baixo custo, os quais são utilizados para: triagem, trituração e classificação dos materiais.


Além disso, com o uso correto dos equipamentos é possível gerar produtos ecologicamente corretos como:


  • Areia e rachão (pedras maiores) provenientes da reciclagem de concretos e blocos;

  • Brita, destinada para uso em obras de base;

  • Regularização de vias não pavimentadas;

  • Aterros e acerto topográfico de terrenos;

  • Argamassas de assentamento de alvenaria de vedação;

  • Contra pisos;

  • Solo-cimento;

  • Blocos e tijolos de vedação;

  • Drenagens e terraplenagem;


A Alugalogo se preocupa muito com a sustentabilidade, por isso prezamos que todos nossos parceiros sejam conscientes das consequências de realizar descartes inadequados. Busque ser consciente e recicle seus resíduos!


Facebook: facebook.com/alugalogo

Instagram: instagram.com/alugalogo

LinkedIn: linkedin.com/company/alugalogo


#Alugalogo #sustentabilidade #tecnologia #digital #caçamba #legislação #entulho #obra #construçãocivil #reciclagem #conscientização