7 dicas para segurança no trânsito


Falar sobre regras e pontos de atenção para garantir a segurança no trânsito é essencial para que os acidentes sejam evitados, ainda mais para você locador que diariamente movimenta um veículo de grande porte em meio ao trânsito urbano de veículos pequenos e pedestres.


Só para entendermos a importância desta questão, de janeiro a abril de 2021 foram contabilizados 54.648 acidentes com vítimas, tendo ocorrido 1.452 óbitos.


Visando a melhora desse cenário, cada um de nós devemos fazer nossa parte e seguir, no mínimo, as 7 dicas a seguir:


1. Se beber, não dirija


A combinação perigosa entre álcool e condução é sempre relembrada em épocas festivas como Natal e Ano Novo. Entretanto, é extremamente relevante relembrar diariamente sobre esse ponto para evitar possíveis problemas.


A Lei Seca tem facilitado a redução dos casos de acidente por conta do uso de bebidas alcoólicas. A antiga legislação permitia a ingestão de até 600mg de álcool por litro de sangue (o equivalente a dois copos de cerveja). Quando foi sancionada, a Lei Seca tolerava 0,1mg de álcool por litro de sangue e, após sua revisão, o nível máximo atual é de 0,05mg/l.


Diversas campanhas de conscientização expõem os riscos de dirigir embriagado. Entretanto, as campanhas não existem apenas para assustar. Os perigos são reais e devem ser levados com consciência, entendendo que além da sua própria vida você também coloca outras vidas em risco.


Quem dirige embriagado, além de aumentar consideravelmente a chance de machucar alguém, pode ser multado em R$2.934,70, valor que dobra se o motorista for flagrado novamente dentro de um ano.


2. Use sempre o cinto de segurança


Um hábito que deve ser corriqueiro para quem dirige é o uso do cinto de segurança, que é um mecanismo simples, feito justamente para salvar vidas e diminuir consequências de acidentes. Só para se ter uma ideia, um carro batendo em um objeto fixo a uma velocidade de 60 km/h equivale a cair de um prédio de quatro andares, um impacto equivalente a 15 vezes o peso de uma pessoa. Agora locador, imagine o mesmo cenário em seu caminhão? Sim, é uma situação muito delicada! Então, não negligencie seu uso, nem em pequenas distâncias!


Ah! E tem que usar da forma correta: a parte debaixo do cinto acima da coxa e nunca no abdômen.


3. Não use o celular enquanto dirige


Hoje em dia é normal utilizarmos o celular em todos os momentos, ainda mais você locador que tem no celular sua principal fonte de venda!


Entretanto, quando falamos sobre trânsito, é extremamente inadequado a utilização do celular na direção. O uso do celular no trânsito é tão perigoso quanto a ingestão do álcool. O envio de mensagens é capaz de retardar o período de reação do condutor em 35%. Para você ter uma ideia, esse percentual é muito acima da demora provocada pelo álcool, que é de 12%.


Além disso, o motorista perde a visão holística do trânsito, não vê buracos na pista, diminuindo a atenção e aumentando os riscos. Ah! E com relação a punição relativa ao seu prontuário, essa infração é considerada gravíssima, com multa de R$293,47.


4. Esteja atento à sinalização


A sinalização são placas que vão direcionar se alguma ação pode ser feita em determinado lugar ou não. Se a sinalização não existisse, os veículos iriam percorrer qualquer tipo de caminho e direção, o que possivelmente causaria muitos outros acidentes.


Com relação a este assunto, existem alguns tipos de sinalização. São elas:


Sinalização vertical de regulamentação


Tem por finalidade informar os usuários sobre as condições, proibições ou restrições no uso das vias. Suas mensagens são imperativas e infringir estas normas constitui uma infração.


Sinalização vertical de advertência


Tem por finalidade alertar os usuários da via para condições que possam ser perigosas.


Sinalização vertical de indicação


Tem por finalidade identificar as vias e os locais de interesse, orientando os usuários sobre os percursos, os destinos, as distâncias e os serviços auxiliares.


Além da existência de manual para sinalização, existem algumas regras de sinalização, separamos algumas importantes:


  • R-1: Parada obrigatória;

  • R-2: Dê a preferência;

  • R-4a e R-4b: Proibido virar à esquerda ou à direita;

  • R-6a: Proibido estacionar;

  • R-7: Proibido ultrapassar;

  • R-10: Proibido trânsito de veículos automotores;

  • R-15: Altura máxima permitida;

  • R-19: Velocidade máxima permitida.

Ficar atento às diferenças entre as sinalizações e as regras de sinalização é de extrema importância para que você evite possíveis acidentes.


5. Mantenha seu veículo em boas condições


A manutenção dos veículos em boas condições é essencial para prever riscos, ainda mais se for uma manutenção preventiva. Ela consiste em uma ação sistemática de controle e monitoramento, ou seja, ajuda a prevenir falhas futuras. Sendo assim, a manutenção dos veículos é necessária para:


  • Manter uma vida mais longa do veículo;

  • Aumentar o desempenho do veículo;

  • Ter um maior controle da frota;

  • Reduzir o tempo ocioso da frota;

  • Aumentar a segurança para os usuários.


Assim, você evita acidentes, evita falhas nos freios e dos pneus, aquecimento excessivo de motores e consumo excessivo de combustível.


6. Respeite os limites de velocidade


Os limites de velocidade também estão totalmente conectados com a quantidade de acidentes de veículos. Uma das causas é devido a muitos que ignoram os limites de velocidade e causam infrações. Novamente, é um limite criado pensando no coletivo, e não no individual, para uma maior segurança no trânsito.


Além das penalidades, que são altas, existem outras inúmeras consequências, como maior probabilidade de acidentes, menor chance de sobrevida de pedestres em atropelamentos e entre outros.


Transitar em qualquer via em velocidade até 20% superior à máxima é considerada uma infração média, com multa de R$130,16. Se a velocidade exceder à máxima entre 20% e 50% a infração é considerada grave e a multa é de R$195,23.


7. Cuidado com pedestres e ciclistas


Por fim, mas não menos importante, deve ser levado em conta um ponto claramente óbvio mas que precisa ser reforçado: o cuidado com pedestres e ciclistas.

Novamente pontuando, o trânsito é algo coletivo, e não individual, o que exige de você locador mais atenção em um caminhão, que tem tempo de parada maior e uma visibilidade reduzida.


Então, tome cuidado ao se deslocar, mantenha sempre atenção, mantenha a velocidade adequada, tome cuidado ao descer de veículos e tenha consciência coletiva. Dessa maneira, inúmeros acidentes serão evitados.


Caso você se interesse por assuntos similares de segurança, clique aqui para ler a respeito da segurança em obras: como utilizar equipamentos de maneira correta.


Gostou?


Quer ficar sempre informado sobre assuntos relacionados à construção civil, equipamentos para obras, reformas e segurança? Fique ligado nas nossas redes sociais! Trazemos sempre diversos assuntos interessantes para você ficar atualizado.


Facebook: facebook.com/alugalogo

Instagram: instagram.com/alugalogo

LinkedIn: linkedin.com/company/alugalogo


#segurançanotrânsito #Alugalogo #digitalização #segurança #respeitoavida #construçãocivil